Uberaba contra a pedofilia
Notícias Uberaba contra a pedofilia
União dos Jovens e Estudantes do Brasil - UJE Brasil
Hoje a data é       Contato por email  
 
O que é Uberaba contra a PEDOFILIA?
O que é a UJE?
Junte-se à nós
Recado aos Pais
Recado as Crianças
Seja parceiro
Dúvidas sobre a pedofilia
Leis Brasileiras
Notícias
Contato
 
 
 

 

 

PM prende idoso de 70 anos por tentativa de estupro a estudante  -05/08/2010

Tentativa de estupro terminou mal para um idoso de 70 anos, preso em flagrante pela Polícia Militar. A vítima, uma estudante de apenas 14 anos, contou que já tinha sido molestada outras vezes pelo agressor.

O fato aconteceu por volta de 12h de ontem. De acordo com a adolescente, após sair da escola, ia para casa caminhando pela avenida Lucas Borges, no bairro Fabrício, quando foi abordada por Paulo Gomes de Almeida, que conduzia o VW Parati, cor prata, placas KCD-7889. Ao ouvir dele para que entrasse no veículo, a vítima tentou ligar para a mãe. No entanto, foi agredida com um tapa no rosto, sendo ameaçada de morte.

Com a estudante dentro do carro, o suspeito se dirigiu até a Univerdecidade, onde entrou em uma rua sem saída, num local totalmente deserto. Porém, a partir desse momento, os planos do suspeito começaram a ir por água abaixo. Um grupo de militares e soldados-alunos que realizavam treinamento na região estranharam a movimentação e o fato de o homem, na companhia de uma menor com uniforme escolar, transitar na contramão rumo ao matagal. “Assim que avistamos o veículo, ele ainda tentou fugir, desistindo logo em seguida. Quando o carro parou, a vítima desceu chorando e afirmando que o idoso queria estuprá-la”, revelou tenente Cândido, reforçando que já existem outras queixas contra o suspeito, por já ter molestado a menor em outras oportunidades.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, o padrasto da vítima afirmou que há três anos a família vem enfrentando problemas com Paulo. “Temos fugido dele. Neste período, já moramos em sete casas, em vários bairros, fugindo desse assédio em cima da menina. Até dinheiro a ela esse sujeito já ofereceu”, contou ele, revoltado com a situação.

Após terem sido encaminhados à sede do 4° Batalhão, suspeito e vítima foram conduzidos à Delegacia Regional. Na noite de ontem, o delegado de plantão Hércules Cardoso Ferreira ratificou o flagrante de Paulo, baseado no artigo 148, parágrafo 1º, inciso V do Código Penal, que se refere a sequestro com fins libidinosos. A pena é reclusão de um a três anos. O acusado também pode ser enquadrado no parágrafo 2º do mesmo código, caso se entenda que a menor tenha passado por sofrimento físico ou moral. Nesse caso, a pena é de reclusão de dois a oito anos.


Fonte: JM Online

   
 
Apoio: