Uberaba contra a pedofilia
Notícias Uberaba contra a pedofilia
União dos Jovens e Estudantes do Brasil - UJE Brasil
Hoje a data é       Contato por email  
 
O que é Uberaba contra a PEDOFILIA?
O que é a UJE?
Junte-se à nós
Recado aos Pais
Recado as Crianças
Seja parceiro
Dúvidas sobre a pedofilia
Leis Brasileiras
Notícias
Contato
 
 
 

 

Homem é quase linchado por molestar filha de 11 anos - 22/06/2010

Homem é quase linchado por molestar filha de 11 anos 22/06/2010Polícia Militar registrou mais um caso de estupro na noite de domingo (20). A ocorrência foi registrada na rua Guarajás, bairro Abadia, onde testemunhas afirmam que S.J.M., 39 anos, estaria molestando a filha de 11 anos. Após ser liberado da delegacia, ele voltou ao endereço, ameaçou o irmão de morte e quase foi linchado por moradores do bairro, que só pararam com a chegada dos policiais.

Segundo o irmão de S., C.M., 38 anos, toda noite escuta a menina pedir ao pai para parar o que está fazendo, afirmando que está machucando. “Ele dá beijos na boca dela, nas partes íntimas. A menina pede que ele pare, mas S. continua”, revolta-se. Por volta de 21h de domingo, a PM foi até o endereço e questionou S. sobre os fatos. Ele disse estar viúvo há seis meses e que vive atualmente com o casal de filhos, negando o abuso.

Com o consentimento do suspeito, os militares revistaram a casa e encontraram manchas de sangue secas no colchão onde dorme o suspeito. No momento da ocorrência, vários moradores se aglomeraram próximo à casa, dizendo que linchariam o acusado. Ele foi conduzido à delegacia de plantão, com a criança, e liberado após prestar depoimento.

Na tarde de ontem, S. voltou à sua residência, onde estava seu irmão, que teria feito a denúncia. Sabendo disso, o suspeito pegou uma faca e o ameaçou de morte.

Segundo testemunhas, nesse momento, alguns moradores do bairro entraram na casa e começaram a agredir S.. A polícia foi acionada e se dirigiu até o local, deparando-se com o acusado sendo agredido. Ao avistar a viatura, os agressores fugiram, entretanto, os militares conseguiram prender dois deles, um adolescente de 16 anos. Eles foram com S. para a delegacia. Após prestar depoimento sobre a agressão, o suspeito de tentativa de estupro prestou depoimento como vítima e foi liberado.

Fonte:
Jornal da Manhã

   
 
Apoio:
v